• "Também as latrinas desprezadas que servem para ter grilos dentro – elas podem um dia milagrar violetas"
    (Livro sobre o nada, Manoel de Barros)

  • "Prefiro as máquinas que servem para não funcionar: quando cheias de areia e de formiga e musgo –
    elas podem um dia milagrar de flores"

    (Livro sobre o nada, Manoel de Barros)

  • "Grilo é um ser imprestável para o silêncio”
    (Livro sobre o nada, Manoel de Barros)

  • "O grilo com suas frágeis britadeiras de vidro perfura as implacáveis solidões noturnas..."
    (Apontamentos de história sobrenatural, Mário Quintana)

  • "Quando o grilo canta na sala de visita é dinheiro que vai chegar"
    (Crendice popular brasileira)

  • "O grilo preparou a serenata. O grilo afinou seu violão. O grilo foi pulando pela mata.
    Tão alto quase nem tocava o chão..."

    (Serenata do Grilo, Maria da Graça Xuxa Meneghel)

  • "Eu hei de seguir tranquilo... não me apuro, porque quanto mais escuro, mais claro é o canto do grilo"

    (A moda Martin Fierro, Jayme Caetano Braun & Luiz Marenco)

  • "E busco o rumo seguro,
    Mas eu prefiro o escuro,
    É mais doce o canto do grilo!"

    (Jayme Caetano Braun)

  • Meu canto guarda o estilo das fontes da geografia quando gaúcho nascia abarbarado e tranqüilo; 
    meu canto - e o canto do grilo, dos tempos de antigamente, que pode ser estridente, 
    mas - jamais - ultrapassado, porque o canto do passado é o bebedor do presente! 
    (Meu canto, Jayme Caetano Braun)
     

Fotos